IMMEF Concept
IMMEF no Facebook
HOME O IMMEF EXAMES CORPO CLÍNICO   TECNOLOGIA SUA GESTAÇÃO CONVÊNIOS FALE CONOSCO

Sua Gestação

Semana a Semana

DicasSemana a SemanaCuriosidade


Semana >> 12345678910111213141516171819202122232425262728293031323334353637383940

 

1ª Semana

O corpo

O tempo de gestação é calculado a partir do primeiro dia da última menstruação.


Voltar ao Topo

2ª Semana

O corpo

Um óvulo amadurecido é liberado pelo ovário e capturado pela trompa de Falópio, processo conhecido como ovulação. É comum aparecer uma secreção vaginal mais úmida e transparente.


Voltar ao Topo

3ª Semana

O corpo

O óvulo é fecundado por um espermatozóide, ocorrendo a concepção. O ovo fecundado segue pela trompa em direção ao útero, onde irá se fixar, processo conhecido como nidação.


Voltar ao Topo

4ª Semana

O corpo

O útero começa a aumentar de volume. Pode haver um pequeno sangramento (tipo "borra de café") causado pela implantação do ovo (futuro embrião)na parede do útero.

O embrião tem duas semanas de vida e mede de 0,36 a 1mm, da cabeça às nádegas, ainda não sendo visualizado pelo ultra-som.

*Até o momento, você não está diferente, mas seu bebê começa a se desenvolver. O cérebro e a medula espinhal começam a ser formados. Mesmo antes do atraso menstrual, é possível que você “sinta” que está grávida.


Voltar ao Topo

5ª Semana

O corpo

A menstruação não veio e um teste de gravidez deve ter confirmado: você vai ser mamãe. Uma vez confirmado, marque uma consulta com seu médico.

O embrião que era uma massa de células começa a se alongar, iniciando o processo de embriogênese (formação de órgãos e sistemas).

Até o final dessa semana, inicia-se normalmente a atividade cardíaca. O bebê mede de 1,25mm a 3mm.


Voltar ao Topo

6ª Semana

O corpo

Por causa de um estímulo hormonal, seus seios se modificam. Eles ficam mais inchados e sensíveis, e os mamilos ficam mais salientes. As aréolas mamárias escurecem mais e o aumento da circulação sangüínea na região faz com que surjam veias azuladas sob a pele.


O bebê

O crescimento durante essa semana é muito rápido. Agora o embrião tem cérebro e seu coração, mesmo que ainda minúsculo, já bate sozinho. A cabeça começa a ter forma e o tubo neural, que conecta o cérebro à medula espinhal, se fecha. Órgãos como os rins e o fígado continuam se desenvolvendo. Nessa fase também começa a ser formado o sistema digestivo e as cavidades peitorais e abdominais. O embrião já tem sua própria circulação sangüínea e mede entre 4mm e 9mm. Ao ultra-som é possível identificar os batimentos cardíacos.

Voltar ao Topo

7ª Semana

O corpo

Provavelmente é para essa época que está marcada a consulta pré-natal, com realização de exames clínico e laboratoriais. O médico pode solicitar uma ultra-sonografia para confirmar a idade gestacional e a data prevista para o parto.


O bebê

A cauda quase não existe mais, sendo que o embrião toma forma mais humana. As narinas, lábios e línguas estão em formação. Inicia-se no final dessa semana a formação dos membros superiores e inferiores. Nessa fase os principais órgãos do bebê estão sendo formados; o coração já está dividido entre ventrículos e bate cerca de 150 vezes por minuto, quase o dobro de um adulto. O embrião mede entre 10 a 15mm.

Ao ultra-som é possível perceber a diferenciação entre a cabeça e o tronco.

Voltar ao Topo

8ª Semana

O corpo

É nessa época que podem se intensificar as náuseas e os enjôos. É provável que você se sinta mais cansada. O metabolismo aumenta até 25% e a freqüência cardíaca materna também sobe.

A cabeça do embrião ainda é desproporcional ao resto do corpo e seu rosto continua sendo formado: nessa fase ele já tem língua e narinas e a mandíbula está sendo fundida para dar forma à boca. Durante essa semana, ocorre o maior desenvolvimento dos olhos e do ouvido interno. A maioria dos órgãos do bebê – rins, fígado, coração, cérebro – já está desenvolvida. As células ósseas começam a substituir as cartilagens e começam a ser formadas as articulações. O embrião mede entre 16 a 22mm, e já apresenta os primeiros movimentos, que ainda não podem ser percebidos pela mãe. Ao ultra-som identifica-se os esboços dos membros superiores e inferiores.


Voltar ao Topo

9ª Semana

O corpo

Desde a concepção, seu útero dobrou de tamanho. Apesar de ainda não haver uma barriga muito saliente, sua cintura pode aumentar.

É nesse momento que o embrião começa a parecer um bebê. Mãos, pés, braços e pernas estão mais desenvolvidos, sendo que os dedos já estão quase totalmente formados. As pálpebras já quase cobrem o olho e o nariz toma forma. Durante esses dias, começa a se formar o diafragma, principal músculo responsável pela respiração. O embrião mede entre 23 a 30mm, da cabeça às nádegas. Ao ultra-som pode se identificar os primeiros movimentos embrionários.

*É entre a 5º e a 9º semana que começam a aparecer os sinais de gravidez: cansaço, alterações no paladar e olfato – é comum enjoar com comidas que antes você gostava – e aumento do volume e sensibilidade dos seios. Alterações no humor são comuns, bem como se sentir vulnerável emocionalmente.


Voltar ao Topo

10ª Semana

O corpo

Por causa de alterações hormonais, você pode começar a se importar com coisas que normalmente não a aborreceriam. Além do aumento do nível de hormônios, a ansiedade causada pela gravidez pode reforçar o nervosismo.

A partir dessa semana, o bebê passa a ser chamado de feto – pesa aproximadamente 20g e mede de 31 a 42mm, da cabeça às nádegas. Os olhos e o nariz já estão mais visíveis, e os germes dentários estão sendo formados na gengiva. O cérebro já está mais desenvolvido, sendo que a cabeça é desproporcional em relação ao corpo. O intestino se desenvolve rapidamente, sendo que parte dele se projeta para o interior do cordão umbilical, formando o que se conhece por hérnia fisiológica, que desaparece normalmente até a 12ª semana. A maior parte das articulações já está pronta e, apesar de ainda ser cedo para identificar o sexo do bebê ao ultra-som, os órgãos genitais já se diferenciaram.


Voltar ao Topo

11ª Semana

O corpo

O aumento do nível sanguíneo pode fazer com que suas mãos e pés fiquem mais quentes. É provável também que você sinta mais sede do que de costume, já que seu corpo precisa de mais líquido. Nessa fase também é normal que o peso da gestante aumente 1kg, ainda que muitas mulheres possam emagrecer nesse primeiro trimestre por causa das náuseas, sem que isso interfira ou prejudique o desenvolvimento do bebê.

O feto já mede entre 44 e 60mm da cabeça às nádegas e pesa cerca de 40g. Até o final dessa semana o corpo do feto já dobrou de tamanho e a cabeça terá quase metade do tamanho do corpo. Nessa época se desenvolvem as íris. O feto já pode abrir a boca e engolir e os órgãos vitais já estão totalmente formados.


Voltar ao Topo

12ª Semana

O corpo

Esse é o peíodo ideal para realizar o exame da translucência nucal, que serve para avaliação do risco de alterações genéticas, como por exemplo a Síndrome de Down.

Os enjôos matutinos devem passar ou diminuir a partir dessa fase.

A partir de agora, o bebê já totalmente formado, irá crescer e desenvolver-se. Ao ultra-som é possível identificar os dedos, sobretudo das mãos, os movimentos do feto já são bem evidentes e ativos. No final dessa semana, dependendo do posicionamento fetal, é possível em algumas gestantes identificar o sexo do bebê, que mede entre 54 e 66mm da cabeça às nádegas, e pesa cerca de 60g.


Voltar ao Topo

13ª Semana

O corpo

Esse é o final do primeiro trimestre. Desse período em diante o risco de abortamento diminui significativamente.

*É comum, nessas semanas, a intensa vontade de urinar. Alterações na pressão sangüínea podem causar tonturas e, eventualmente, até desmaios – portanto, cuidado com mudanças bruscas de posição, principalmente na hora de levantar.

O bebê já está completamente formado, porém seus órgãos ainda são imaturos. O fígado já começou a segregar bile e o pâncreas a produzir insulina. Pesquisas sugerem que o bebê já possa perceber alguns sons por meio de receptores de vibração em sua pele. Nessa época o feto mede de 66 a 78mm da cabeça às nádegas e pesa entre 70 a 80g.


Voltar ao Topo

14ª Semana

O corpo

Pode haver prisão de ventre, porque o alto nível de progesterona diminui a atuação da musculatura intestinal. Por isso, o ideal é que você tome muita água e coma frutas e vegetais ricos em fibra.

Os movimentos já estão mais refinados e o bebê consegue flexionar braços e pernas, abrir e fechar as mãos. A partir dessa semana, o feto “treina” a respiração, apesar de receber todo o oxigênio necessário pelo cordão umbilical e pela placenta. Nessa etapa, ele mede entre 80 e 93mm da cabeça às nádegas e pesa aproximadamente 80 a 100g.


Voltar ao Topo

15ª Semana

O corpo

Finalmente é possível notar que você está grávida. Nessa fase você poderá precisar de roupas específicas para gestantes.

Nesta fase o feto mede entre 14 a 15cm em média (estatura total) e pesa em média 110g a 130g. Começam a se desenvolver mecanismos que permitem que o bebê desenvolva mais o sentido da audição– minúsculos ossos do seu ouvido médio se aprimoram, mas como os centros auditivos do cérebro ainda não se desenvolveram completamente, ele não compreende os sons. Com o passar do tempo o bebê passa a ouvir a voz e os batimentos cardíacos da mãe.


Voltar ao Topo

16ª Semana

O corpo

Até a 20ª semana você precisa fazer outra consulta pré-natal. É possível que seu médico peça uma ultra-sonografia para verificar a anatomia detalhada do bebê.

O feto apresenta braços e pernas mais definidos, com formação de massa muscular, as articulações estão em funcionamento e começa o processo de calcificação dos ossos. O bebê já consegue coordenar os movimentos, uma vez que os músculos já recebem estímulos do sistema nervoso. Se esse é seu primeiro filho, talvez você ainda não perceba os movimentos. Caso contrário, é possível sentir vibrações sutis geradas pelo bebê rolando, dando chutes e cambalhotas. O feto mede entre 16 e 17 cm e pesa em média 150 a 170g.


Voltar ao Topo

17ª Semana

O corpo

Os melhores momentos começam a surgir. Você poderá sentir os primeiros movimentos do bebê .(Na primeira gestação a percepção da movimentação fetal é geralmente mais tardia, por volta da 22ª semana). A vontade constante de urinar normalmente regride a partir dessa semana.

*Sua placenta já está totalmente formada e agora é responsável por produzir hormônios; as alterações hormonais podem provocar mudanças na textura da sua pele e do cabelo. É nessa época que algumasgrávidas podem sentir desejo por determinados alimentos.

A cabeça do bebê começa a ficar mais proporcional ao corpo, que agora tem entre 17 a 19cm e pesa em média 170 a 200g. Esse é um período em que o crescimento fetal é acelerado, começa a haver depósito de gordura sob sua pele, o que colabora para mantê-lo aquecido e para fornecer energia. Seu coração já bombeia até 24 litros de sangue por dia. O bebê já pode ouvir alguns sons de fora do corpo da mãe, embora a audição ainda não esteja completamente desenvolvida.


Voltar ao Topo

18ª Semana

O corpo

Você pode perceber um aumento da libido nessa fase, sendo que há maior liberação de estrogênio no sangue e isso faz com que o fluxo sangüíneo na pelve aumente, o que torna a excitação mais rápida e mais freqüente. Não há problemas em manter relações sexuais, desde que mais leves. Sua energia deve ter voltado ao normal.

Nesta fase a movimentação fetal é intensa, o que pode ser percebido ao ao ultra-som.

O bebê mede entre 20 a 22cm e pesa em média 200 a 250g.


Voltar ao Topo

19ª Semana

O corpo

A aceleração do metabolismo e o aumento da circulação de sangue fazem com que as unhas fiquem mais fortes. Em compensação, o aumento do nível de progesterona pode fazer com que surjam cloasmas (manchas escuras no rosto). É importante o uso de protetor solar.

Por todo o corpo do bebê, que agora mede cerca de 23cm e pesa aproximadamente 260 a 300g, os nervos estão sendo recobertos por uma substância chamada mielina, que isola os nervos e permite a rápida troca de informações necessárias a movimentos coordenados e hábeis. O aparelho digestivo do bebê começa a produzir suco gástrico que ajuda a absorver o líquido amniótico deglutido pelo bebê. Os rins fetais filtram o sangue e a urina produzida é excretada, é o que compõe o liquido amniótico.


Voltar ao Topo

20ª Semana

O corpo

Se essa é sua primeira gestação, entre 20ª e 22ª semanas você pode começar a sentir o bebê se movimentando. É hora de mais uma consulta pré-natal.

As células nervosas fetais dos sentidos estão sendo desenvolvidas nessa fase; as complexas conexões exigidas para o desenvolvimento da memória e do raciocínio estão em formação. O bebê já mede em média 24cm e pesa cerca de 300 a 370g.


Voltar ao Topo

21ª Semana

O corpo

Nessa fase é comum o aumento da transpiração, uma vez que a mulher está carregando um peso extra.

O bebê desenvolve nessa fase as papilas gustativas da língua e o desenvolvimento do cérebro e terminais nervosos já está avançado o suficiente para que o bebê tenha sensações de tato. Na ultra-sonografia, é possível ver o bebê tocando a face ou até mesmo chupando o polegar.

Ele mede cerca de 25cm e pesa aproximadamente 380 a 450g.


Voltar ao Topo

22ª Semana

O corpo

Pode começar a haver pequena secreção espontânea de colostro (primeiro alimento do bebê), pelos mamilos. As pequenas elevações na superfíce da pele das auréolas (Corpúsculos de Montgomery) produzem uma substância que protegerá os mamilos durante a amamentação.

*As áreas pigmentadas das aréolas tornam-se mais escuras. Outra alteração fisiológica acontece nos cabelos, que parecem mais grossos, uma vez que o ciclo natural de queda do cabelo só volta depois do parto. A ocorrência de orgasmo é favorecida, já que os mamilos estão mais sensíveis e o fluxo sangüíneo na região pélvica é aumentado.


O bebê

O bebê agora tem glândulas sudoríparas, sua pele está menos transparente, apesar de ser possível ver seus vasos sangüíneos através da pele. Se for um menino, os testículos que se forma dentro do abdomen fetal, começam sua descida para a bolsa escrotal e um esperma primitivo já se formou nos testículos. Agora, o bebê mede cerca de 26cm, e pesa aproximadamente 450 a 530g.

Voltar ao Topo

23ª Semana

O corpo

O abdômen cresce e a digestão muda, o que pode causar prisão de ventre e azia – sendo que a azia pode diminuir se você optar por fazer refeições fracionadas, em quantidades e intervalos menores, e não se deitar logo após as refeições. Para ajudar na digestão, a dica é caminhar um pouco depois de comer.

A cada dia que passa, o bebê fica mais proporcional. A audição agora é muito mais acurada, porque os ossos do ouvido interno estão mais calcificados. Uma dica para essa fase é conversar bastante com o bebê e estimulá-lo com massagens no abdomen. É interessante que o pai também converse com o bebê, principalmente porque ele ouve mais facilmente a voz grave do pai. Ele pesa em média 550 a 630g e mede cerca de 28cm.


Voltar ao Topo

24ª Semana

O corpo

Sua próxima consulta pré-natal deve ser feita normalmente até a 28ª semana. É importante que, se você ainda não faz os exercícios de fortalecimento da musculatura pélvica, comece agora.

O corpo do bebê começa a produzir glóbulos brancos para combater as infecções. Os pulmões estão mais desenvolvidos, porém ainda são extremamente imaturos. Existem relatos de sobrevida de fetos nascidos com essa idade gestacional, porém raramente. Nessa fase, o bebê pesa entre 600 a 730g e mede em média 29cm.


Voltar ao Topo

25ª Semana

O corpo

Por causa do aumento do peso do abdômen, é possível que você sinta dor nas costas, pressão na pelve e cãibras nas pernas, além de falta de ar. Portanto, cuide da postura e descanse sempre que possível.


O bebê

O bebê agora pode segurar o pé e os componentes da coluna vertebral – vértebras, articulações e ligamentos estão mais desenvolvidos. As pálpebras começam a se abrir e agora é a vez de se formarem os germes dos dentes permanentes. Os nervos ao redor da boca vão ficando mais sensíveis, fundamental para o processo de amamentação, logo após o parto. O bebê pesa, nesse período, aproximadamente 700g a 850g e mede em média 30cm.

Voltar ao Topo

26ª Semana

O corpo

É nessa fase que podem aparecer estrias, em geral na barriga e nos seios. Para ajudar a evitá-las é importante controlar o ganho de peso.

A agora medindo cerca de 31a 32cm e pesando 800 a 950g, o bebê já tem a audição completamente desenvolvida, respondendo a estímulos sonoros (os batimentos cardíacos aumentam temporariamente reagindo a estímulos externos). A formação interna dos pulmões (formação dos alvéolos pulmonares) já está completa, porém ainda não existe maturidade pulmonar, ou seja, o bebê não está pronto para respirar espontâneamente. Os bebês que nascem prematuros com essa idade gestacional já apresentam uma maior chance de sobreviver, entretanto o risco e a incidência de complicações ainda são grandes.


Voltar ao Topo

27ª Semana

O corpo

Esse é o fim do segundo trimestre. Nessa fase, a barriga já está bastante saliente.

*Nesse período há a estabilização da atividade hormonal, fazendo com que você se sinta mais relaxada e feliz, ou seja, menos propensa a alterações de humor. Provavelmente você precisará de novas roupas, porque seus seios e quadris estão armazenando gordura. Seu coração e rins estão trabalhando muito mais para manter a circulação sangüínea necessária e processar o excesso de fluídos.

Nessa fase o bebê já pesa normalmente mais de 1kg - e mede aproximadamente 34cm, e já apresenta mais massa muscular e depósito de gordura sob sua pele. Suas funções cerebrais estão cada vez mais sofisticadas e suas papilas gustativas estão em pleno funcionamento. Chupar o dedo é uma das atividades mais prazerosas do bebê, provavelmente por acalmá-lo. Os cílios estão começando a crescer, de modo a proteger os olhos. Nessa fase em diante, é possível perceber a presença de cabelos ao ultra-som. O bebê pode bocejar e até sorrir durante o exame. A bochechas já estão mais definidas e a fisionomia do bebê é bem evidente. Se você deseja fazer o ultra-som 4d, o período ideal é a partir dessa fase até a 32ª semana.


Voltar ao Topo

28ª Semana

O corpo

O aumento do seu útero pode pressionar suas costelas, fazendo com que você sinta um certo desconforto. Entre essa e a 32ª semana, o seu médico pode solicitar exames de sangue para verificar a taxa de glicose no sangue e para avaliar se você não está com anemia.

Os bebês demonstram com freqüência movimentos de treinamento da respiração, contraindo e expandindo o diafragma, o que pode ser percebido ao ultra-som. Porém não existe troca gasosa a nível pulmonar, sendo que durante toda a gestação o oxigênio necessário para o bebê é proveniente da placenta. Nessa etapa, o bebê mede em média 35cm e pesa aproximadamente 1,1 a 1,3kg.


Voltar ao Topo

29ª Semana

O corpo

O aumento da pressão das veias, causado pelo peso do útero sobre a circulação, pode provocar o aparecimento de varizes. O uso de meias elásticas próprias para a gestante pode auxiliar a evitá-las.

O bebê continua chutando e tentando se esticar, apesar de não ter mais muito espaço para isso. O tamanho da cabeça já é mais proporcional ao do corpo. Os olhos movem-se em suas cavidades, o bebê está mais sensível, tanto à luz quanto ao som. Nessa fase, mede em média cerca de 37cm e pesa entre 1,3kg e 1,5kg.


Voltar ao Topo

30ª Semana

O corpo

O aumento do peso do bebê pode tornar mais intensas as dores nas costas da mulher.

Nessa fase começa a fase de maior ganho de peso do bebê, que continua ganhando estatura porém numa velocidade menor. É nesse período que começam a aparecer as diferenças entre os bebês de mesma idade gestacional. Isto é, alguns bebês passam a apresentar crescimento acima da média, sofrendo influência da genética e constituição dos pais. A maioria dos bebês nessa fase já adota a posição cefálica (de ponta cabeça), sendo que a mãe pode sentir maior pressão no baixo ventre, principalmente sobre a bexiga e até alguns chutes nas costelas. A média de peso nessa fase é entre 1,4kg a 1,7kg.


Voltar ao Topo

31ª Semana

O corpo

Até a 31ª semana, a cicatriz umbilical ('umbigo") da mãe pode ficar plano, alongado ou até saliente, voltando ao normal depois do parto. É fundamental ue a gestante descanse cada vez mais, uma vez que as pernas ficam mais cansadas e pesadas. Também é comum que haja falta de ar, causada pelo maior volume do útero e acúmulo de gases no intestino próximo à região das costelas.


O bebê

O bebê mede entre 39 a 40cm em média e pesa entre 1,6 eq 1,8kg. Desse período em diante a média de ganho de peso é entre 150 a 200g por semana (20 a 30g/dia). É comum perceber nessa época, ou até um pouco antes, movimentos pulsáteis e ritmados do bebê no abdomen materno, porém numa freqüência menor que os batimentos cardíacos, que correspondem a "soluços" dos bebês, que são um processo fisiológico, causados por contrações do diafragma.

Voltar ao Topo

32ª Semana

O corpo

O ganho de peso é cada vez mais acelerado na medida em que a gestação avança. O útero está próximo de chegar em sua posição mais elevada.

Os órgãos fetais continuam amadurecendo e as unhas e cabelos continuam crescendo. O bebê dorme até 90% do tempo. O peso situa-se em média entre 1,8kg a 2,0kg e a estatura em média entre 41 a 42cm.


Voltar ao Topo

33ª Semana

O corpo

A maioria dos bebês já está posicionada com a cabeça para baixo, posição adequada para o parto. A pressão nas costelas e sobre o estômago aumentam.


O bebê

O bebê, nessa fase, já pesa cerca de 2kg a 2,3kg e mede em média 43cm.

Voltar ao Topo

34ª Semana

O corpo

Nessa época, a retenção de líquidos é maior, e pode aumentar com o uso de roupas apertadas. Os pés e as mãos ficam mais inchados. A partir dessa fase as consultas de pré-natal passam a ser mais freqüentes.

Essa é a fase em que o bebê desenvolve seu sistema imunológico para se proteger de infecções. Nesse momento ele provavelmente já está com a cabeça na posição definitiva, normalmente virada para baixo – apenas 3% ou 4% de todos os bebês ficam sentados com as pernas ou as nádegas viradas para o colo do útero. O bebê, nessa semana, pesa entre 2100g e 2500g e mede em média 44cm.


Voltar ao Topo

35ª Semana

O corpo

A mãe pode sentir algumas dores na região da pelve, sobretudo nas articulações dos quadris, ocasionadas pelo peso do bebê, somado ao fato de que são produzidos hormônios que relaxam as articulações da região, no intuito de facilitar o processo do parto.


O bebê

O bebê, mede cerca de 45cm e pesa em média entre 2.300g a 2.700g. Os sistemas vitais estão quase totalmente maduros e desenvolvidos. Ele está grande o suficiente para ocupar o útero inteiro. Ao ultra-som a visualização do bebê torna-se mais difícil, pois o espaço é mais restrito e os ossos do bebê produzem sombra dificultando a visualização das estruturas localizadas inferiormente.

Voltar ao Topo

36ª Semana

O corpo

Até o parto, o ideal é realizar consultas pré-natais a cada semana.

Nessa etapa, é comum sentir latejamento ou pressão da região pélvica, causado pelo peso e movimentação do bebê. O fluxo sangüíneo materno aumentou 50% até agora e se manterá constante até o parto. Seus mamilos aumentam e os seios ficam mais pesados.

Os movimentos do bebê estão mais vigorosos e mais definidos, apesar da falta de espaço. Você pode perceber o volume de algumas partes do corpo do bebê apontando sob sua pele. Ele mede cerca de 46cm e pesa entre 2500 e 2900g.


Voltar ao Topo

37ª Semana

O corpo

A partir de agora, você pode sentir “contrações de treinamento” (contrações de Braxton Hicks), nas quais o seu útero enrijece por alguns segundos e relaxa, sem dor, algumas vezes ao dia, esporadicamente, sem intervalos definidos.


O bebê

O bebê mede cerca de 47cm, pesando entre 2,6kg a 3,1kh em média. Nessa fase a maioria dos bebês já está atingindo a maturidade, ou seja, está quase pronto para nascer.

Voltar ao Topo

38ª Semana

O corpo

A ansiedade pode aumentar, gerada pela proximidade do nascimento do bebê. A sensação de fadiga, dificuldade para dormir e respirar se intensificam. A atenção aos movimentos do bebê deve ser maior e caso você sinta que a movimentação fetal diminuiu você deve entrar em contato com seu médico. O médico pode pedir exames de ultra-som e/ou cardiotocografia para monitorar o bem estar fetal, bem como para avaliar sinais de maturidade e a quantidade de líquido amniótico.


O bebê

O bebê já é considerado "a termo", ou seja, pronto para nascer, e de agora em diante o trabalho de parto pode iniciar a qualquer momento. Ele mede aproximadamente 48 a 49cm, e o peso pode variar bastante, sendo a média entre 2,7kg a 3,2kg.

Voltar ao Topo

39ª Semana

O corpo

Provavelmente você está se sentindo desconfortável porque seu útero está tomando boa parte de seu abdômen e de sua pelve.

Nessa etapa, talvez você não sinta mais tão intensamente os movimentos do bebê, que passam a ser mais localizados, geralmente mais do lado onde estão posicionados os braços e pernas.


Voltar ao Topo

40ª Semana

O corpo

Apenas 5% dos bebês nascem na data prevista para o parto, mas essa é, provavelmente, a semana em que você dará à luz. No entanto, o bebê pode nascer até duas semanas antes ou depois da data prevista.

Caso você sinta contrações ou perda de líquido, entre em contato com o seu médico e, principalmente, fique tranqüila e siga as orientações do obstetra. Em caso de sangramento importante, procure o médico ou a maternidade o mais cedo possível.

*A proximidade do parto faz com que as mulheres fiquem mais nervosas. O peso deve parar de aumentar, sendo que também é comum que algumas mulheres percam peso na semana anterior ao parto. A pressão do útero contra as costelas deve causar desconforto, enquanto a pele do abdômen pode coçar por estar muito esticada. Há, normalmente, uma queda na libido.


O bebê

O bebê mede entre 48 a 52cm e pesa em média de 2800g a 3600g. Ele já está pronto para sua vida fora do útero. No nascimento, cerca de 15% de seu corpo é composto por gordura.

Voltar ao Topo

Voltar

 

Av. Republica Argentina, 210 - 6º andar | Batel | Curitiba
41 3039 1818
  O IMMEF EXAMES SUA GESTAÇÃO CONVÊNIOS E PARCERIAS FALE CONOSCO
  História e expertise
Missão, visão e valores
Estrutura física
Tecnologia
Corpo clínico
Responsabilidade social
Notícias & E-News
Por etapa de gestação
1º trimestre
2º trimestre
3º trimestre

Por tipo de exame
Lista de exames

Dicas
Semana a semana
Curiosidades
Seu bebê já nasceu?
Galeria de bebês
Convênios
Parcerias
Contate-nos
Localização
Pesquisa de satisfação
Trabalhe conosco
Facebook
Twitter
Webmail
Copyright © 2013 - IMMEF - Todos os direito reservados hidea.com